Mas que graça
Editorais / saiu no jornal

Mas que graça

Poucos conseguiram ver tanta graça na nossa mediocridade cotidiana como Millôr Fernandes, daqueles gênios ilustres onde talvez seja mais apropriado chamar de multiartista que listar, sob o risco de esquecimento, os créditos de desenhista, escritor, jornalista, dramaturgo, humorista, tradutor, etc. Seja qual fosse a forma, as expressões do carioca morto em março de 2012 deixaram … Continuar a ler

Editorais / saiu no jornal

Palhaços: anjos ou demônios?

Desde os tempos do Egito antigo, homens vestidos com revestimento de colchões de palha (daí a origem do nome, do italiano paglia) tinham a difícil função de fazer rir. E a figura do palhaço (ou clown, do inglês) perdurou pelos últimos quatro mil anos causando uma dúvida cruel entre adultos e crianças: engraçados ou assustadores? Inicialmente … Continuar a ler

Editorais / saiu no jornal

Engov, antes e depois ou jamais?

Dentre as diversas sugestões para driblar a veisalgia, soma dos efeitos fisiológicos desagradáveis que sucede uma grande ingestão de bebida alcoólica e também conhecida como ressaca, a mais popular, sem dúvida alguma, é a receitinha de um Engov antes e um Engov depois. O envelope contendo seis comprimidos do analgésico é vendido no Brasil a … Continuar a ler